logotipo /imagens/bandeiras/pt.gif   /imagens/bandeiras/gb.gif   /imagens/bandeiras/it.gif   /imagens/bandeiras/es.gif   /imagens/bandeiras/fr.gif
  
Slideshow Image 1 Slideshow Image 2 Slideshow Image 3 Slideshow Image 4 Slideshow Image 5 Slideshow Image 6 Slideshow Image 7 Slideshow Image 8
Apresentação
Palavra do Pároco
Palavra de Deus e revelações privadas
Aparições e revelações
Os Santos e a interpretação da Escritura
Balasar
Beata Alexandrina
História de uma Vida
Missão
Mensagem
Espiritualidade
Mística
Colóquios
Êxtases
Orações
Fátima e Balasar
Alexandrina no mundo
Processo | Glorificação
Serviços
Horários Litúrgicos
Pastoral da Mensagem da Beata Alexandrina
Serviços aos Peregrinos
Peregrinos - Estatísticas
Destaques
Capela da Santa Cruz
Cruz de Cristo
História da Capela S. Cruz
Alexandrina e a Santa Cruz
Fundação
Protocolo
Logótipo
Corpos Gerentes
Arquivo
Notícias
Temas de Reflexão
Meditar e Rezar com a Beata Alexandrina

Canonização

Todos desejamos ter a alegria da Canonização de Alexandrina. Não queremos que fique só na lista dos Beatos. Isso já é uma grande alegria e glória. Mas Alexandrina merece muito mais.

É verdade que o povo já chama “santa” Alexandrina. Acreditamos que Alexandrina está no Paraíso, na Glória de Deus. Falta a declaração oficial da Santa Igreja. Acreditamos que os responsáveis da Igreja desejam, também, a proclamação oficial da santidade de Alexandrina. Para isso temos de trabalhar. Seguir o exemplo dos nossos antepassados, que muito trabalharam para elevar a Alexandrina à dignidade dos altares, na qualidade de Beata.

 

 

O que falta para a Canonização da Beata Alexandrina?

Resposta simples: Um Milagre da medicina!

Sim. Um milagre da medicina. Pois são muitos os milagres espiritais que a Beata Alexandrina continua a realizar. São muitas as pessoas que, recebendo graças, por intermédio da Beata Alexandrina, se aproximam do sacramento da Reconciliação. Mas a Igreja pede um milagre medicinal. Uma cura, com provas claras e medicinais, de uma doença física.

 

 

Campanha para a Canonização da Beata Alexandrina

 

1 – Oração

Este é a parte mais importante. Rezar a Deus para que, se for da Sua vontade, a Beata Alexandrina seja elevada aos altares com a dignidade de ser chamada Santa Alexandrina.

Como podemos rezar?

- Viver uma vida Eucarística e em união com Jesus;

- Visitar Jesus no Sacrário. Adoração Eucarística;

- Cumprir a Devoção das Primeiras quintas-feiras (ver aqui);

- Rezar o terço todos os dias, como ela recomendou;

- A Oração oficial pela Canonização (ver aqui);

- Fazer uma Novena (ver aqui);

- Outras orações.

 

2 - Graças recebidas

Comunicar aos responsáveis da Canonização as graças recebidas.

Devem ser devidamente explicadas e justificadas.

Comunicar via carta de correio para:

Fundação Alexandrina de Balasar

Rua Alexandrina Maria da Costa, nº 21

4570-017 BALASAR PVZ

Ou via e-mail: fundação@alexandrinadebalasar.com

 

3 – Milagre medicinal

Se, depois de oração, alguém achar que recebeu uma cura medicinal de uma doença grave, deve comunicar para os responsáveis.

Esta notícia deve ser feita no maior segredo. Não pode ser anunciada publicamente. Deve ser muito bem descrita, e com provas e pareceres dos médicos assistentes, ou intervenientes.

Este caso será estudado pelas autoridades da Igreja, e só depois é que seguirá o estudo oficial, para poder ser declarado se há milagre ou não.

Tudo isto no máximo sigilo.

Destaques
/imagens/destaques/rsz_anopastoral2016_17.jpg
Agenda
2016-2017
Ano Mariano - Fé Contemplada
30 março 2017
113º aniversário do nascimento da Beata Alexandrina
25 de abril 2017
13.º aniversário da Beatificação de Alexandrina
Localização

Ver mapa maior
ContactosMoradaHorários

Tel. Igreja: (00351) 252 951 601

Tel. Fundação: (00351) 252 951 264 

E-mail: fundacao@alexandrinadebalasar.com

Rua Alexandrina Maria da Costa, 21

4570-017 Balasar PVZ

GPS     41º 24' 17'' N    8º 37' 31'' W

 

Receção da Igreja:

segunda feira a sábado

09h00-12h30 e 14h00-18h00

domingo

09h00 às 12h45 e 14h30 às 19h00 (horário verão)

                                        ou 18h00 (horário inverno)

 

Casa da Alexandrina:

09h00-12h00 e 14h00-19h00